top of page

Como estabelecer boas relações humanas?



Empreender é relacionar-se! É impossível uma coisa viver sem a outra e, por isso, vamos falar sobre relações humanas. Primeiramente, quem empreende não consegue sobreviver sem trocar com pessoas, e sim, uma depende da outra.

Para que essa construção seja positiva, é importante entender que a coletividade humana é uma das ferramentas mais poderosas que existem. Sem ela, talvez, não haveria continuidade em nenhum projeto.

Por isso, vale muito a pena, novos gestores e investidores focarem nas relações humanas antes mesmo de tirarem uma ideia do papel ou abrir o próprio negócio. O profissional ou gestor que precisa estabelecer-se de forma mais estável dentro do mundo corporativo, precisa construir uma qualidade através dessas relações. Não apenas visando o sucesso do negócio, mas também, como indivíduo.

Mas, quais são os laços que unem as relações humanas?

Para conquistar aliados e ter mais segurança no universo do empreendedorismo, é preciso seguir alguns pilares que complementam as boas relações humanas. Confira!

1- Seja empático


O primeiro princípio básico para estabelecer boas relações humanas é ser empático. De nada adianta ser líder ou gerir um negócio se não há o mínimo de empatia pelo próximo - seja ele colaborador, fornecedor, sócio, cliente.


A empatia nada mais é do que se colocar no lugar do outro. Isso se aprende observando e compreendendo diferentes contextos.


2 - Seja ético


Valorizar as relações humanas também faz parte do campo de “ser ético”. A ética é um conjunto de valores e princípios moldados pela sociedade. Dentro do universo do empreendedorismo é ainda mais importante dar respeito e voz à valores que sustentam o grupo social a qual pertencemos.


3 - Seja tolerante


A tolerância é um princípio que deve estar aliado à quem investe ou empreende em algo. Isso porque tolerar também complementa o combo das boas relações humanas. Sabemos que as pessoas têm seus compromissos, desejos, gostos e que se estamos ali para recebê-las, dentro de um empreendimento, por exemplo, devemos suprí-la com a “dor” que ela sente para poder “curar”. E se não soubermos ser tolerantes, não estaremos criando laços humanos. Portanto, respeite as diferenças, crenças e pontos de vista diferentes do seu.


4 - Tenha integridade


Se você é íntegro com seu negócio, consequentemente é honesto. Isso é algo que clientes e consumidores avaliam muito. Para estabelecer uma boa relação humana também é preciso ser íntegro e justo dentro da sua marca/negócio. Isso, com certeza, trará mais credibilidade ao seu público-alvo.


Agora que você tem um panorama sobre como construir boas relações humanas, estabeleça metas para que essas dicas não fiquem apenas no mundo corporativo. Leve-as para o campo pessoal também para que você consiga se firmar enquanto ser humano e enquanto líder.


224 visualizações2 comentários
bottom of page